+ Home Message Archive

Grita igual buzina em dia nervosona, santa sem batina ganha tranquilona, hipnotiza a retina, flash e figurona, estrela maior do show, se precisar machona. Fria igual neblina alegre a fanfarrona [...]
Grita igual buzina em dia nervosona, santa sem batina ganha tranquilona, hipnotiza a retina, flash e figurona, estrela maior do show, se precisar machona. Fria igual neblina alegre a fanfarrona [...]

O maior erro das pessoas, é pensarem que nós - mulheres, somos incansáveis. Sim, somos insistentes, até demais. As vezes insistimos nos erros - um grande problema alias. Mas não somos incansáveis. 

Nós cansamos, por mais que demore. Sofremos um lento desgaste durante o tempo. É sempre necessário muita insistência para as coisas nessa vida, é isso que faz as pessoas mudarem, em partes. Porém, sem reciprocidade, como continuaremos insistindo? Como insistiremos em algo que escolhe ir pra um lado, pro outro, e até pra trás, mas NUNCA pra frente? Como apertaremos milhões de vezes na mesma tecla se ela não funciona? 

Só cansamos por um motivo: quando todos os nossos esforços, já não são suficientes para melhora de alguém que amamos. Quando vira rotina, nós falarmos, falarmos e falarmos e a pessoa somente ouvir o que quer, e fazer de todo o resto, um monte de NADA. 

Então, as mulheres cansam sim, realmente cansam. Mas quando cansam, ai que dó de quem era a esperança de mudança em que ela tanto insistia. Quando a mulher cansa, é o momento em que a pessoa percebe o erro que cometeu, de não ter escutado nada mais além do que sua própria razão - ou o que acha que é sua razão, diz.. Por fim, quando a mulher cansa, já é tarde demais. Porque simplesmente… Ela cansou.